Política

Adiado julgamento de recurso no TRE de prefeito cassado no Nortão

Adiado para terça-feira o julgamento do recurso no TRE – Tribunal Regional Eleitoral- do prefeito cassado de Santa Carmem, Rudimar Camassola. O julgamento seria apreciado na sessão desta quinta-feira à tarde, mas não houve quórum.
Rudimar busca anular decisão onde foi considerado inelegível em processo de abuso de poder econômico. Em outro processo, ele teve sua candidatura cassada pelo juiz eleitoral da Comarca de Sinop, Clovis de Mello. Ele entendeu que Rudimar foi beneficiado pelo esquma de compra de votos do vereador Carlos Ribeiro (Sapão) que teve mandato cassado após a Justiça entender que ficou comprovada a compra de votos. Um dia depois da eleição, dois coordenadores de campanha e cerca de 30 cabos eleitorais que trabalharam para o vereador, que foi o mais votado, acabaram sendo detidos quando aguardavam para receber.

O prefeito cassado Rudimar Camassola (PSDB) venceu Antonio Maroca (PMDB) por uma diferença de 33 votos. Na sentença onde Rudimar foi cassado o juiz pede uma nova eleição no município que Vera, que fica a 35 km de Sinop. O município tem 2.843 eleitores.