Política

260 projetos de manejo florestal de madeireiras do Nortão são cancelados

A nova gerente do Ibama em Sinop, Ana Lucia Da Riva, confirmou, agora há pouco ao Só Notícias, que 260 projetos de manejo de indústrias madeireiras do Nortão foram cancelados pela Diretoria Técnica do Ibama – Instituto Brasileiro de Meio Ambiente-. Os projetos são obrigatórios para que as indústrias possam extrair apenas as árvores prontas para abate. Sem os projetos de manejo as madeireiras não podem extrair matéria prima. Os projetos foram cancelados porque estavam em áreas de preservação ambiental, reservas indígenas e por terem pendências técnicas.

“EStes projetos com pendências técnicas podem ser solucionados. Estive conversando com o diretor de florestas e vamos fazer uma força tarefa para resolver as falhas nestes planos de manejo para que possam reativados”, disse a nova gerente. “Os que estão em áreas indígenas ou em áreas de conservação simplentesmente estão cancelados, sem chance alguma de qualquer mudança.”, adiantou.

Ana da Riva pediu a colaboração e compreensão dos engenheiros florestais que prestam serviços para as madeireiras para solucionar estas pendências durante o trabalho da força tarefa. “Nossa prioridade hoje será definir quantos colegas devem estar compondo esta equipe que irá a Sinop para ajudar neste trabalho”, disse Ana Da Riva, que foi nomeada na semana passada para comandar a Gerência Regional que abrange mais de 30 cidades do Nortão.