Polícia

Taxista foi executado em Sinop com 3 tiros, diz perícia

A polícia está buscando localizar os suspeitos de terem executado o taxista Valdir Gonçalves Pizzato, morto a tiros e deixado no porta malas de seu carro, em uma rua lateral à BR-163, a 25 km do centro de Sinop.

Segundo o perito Josimal Delgado, que trabalha no caso, Valdir levou três tiros, sendo o primeiro dentro do veículo, atingindo as costas e transpassando até o peito. Já os outros dois foram no rosto, causando algumas deformações.  “Possivelmente os tiros foram a queima roupa, mas  ainda estamos averiguando o caso”, disse.
O perito também relatou que não houve vestígios de reação da vítima, e que provavelmente duas ou mais pessoas estavam envolvidas.

Inicialmente a polícia suspeita que trata-se de latrocínio. O aparelho de som do VW gol branco, do taxista, foi levado.