Polícia

Soldado é preso em Mato Grosso com mais de 3 kg de cocaína

A Polícia Federal prendeu mais um soldado da Polícia Militar envolvido com o tráfico de drogas. João Antonio Silva de Carvalho, de 32 anos, foi preso às 14 horas de ontem com três quilos e 100 gramas de cocaína. A droga tinha como destino a cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerai.
     
O soldado João Antonio que estava de licença para tratamento de saúde foi preso dentro de um ônibus interestadual que faz a linha Porto Velho, em Rondônia a Belo Horizonte quando o veículo passava pela barreira fixa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Trevo do Lagarto, em Várzea Grande (Grande Cuiabá).
     
Em seu interrogatório de flagrante na Polícia Federal, João Antonio contou que recebeu a “encomenda” em Cáceres de um homem -a PF pediu sigilo no nome do segundo acusado -, que o aguardaria em Belo Horizonte, onde o “traficante-mula” – receberia uma porçãod e 30 gramas da mesma droga como pagamento pelo transporte.
     
Os agentes da PF ainda chegaram a cercar uma casa em Várzea Grande, onde o segundo traficante – o verdadeiro dono da droga, o intermediário -, estaria aguardando a passagem do ônibus para ir atrás, mas não o localizou.
     
 João Antonio foi autuado em flgrante em crime de tráficod e drogas, e ontem mesmo foi transferido para a Unidade Prisional Especial de Santo Antonio de Leverger – local exclusivo para policiais civis e militares presos -, onde aguardará julgamento.
     
Além da apreensão da droga, os agentes federais ainda apreenderam um aparelho de telefone celular em poder de João Antonio. Ontem mesmo a PF representou na Justiça Federal pela quebra de sigilo telefônico do acusado, pois suspeita do envolvimento de outras pessoas no esquema.
     
Segundo a PF, a versão de João Antonio de que era apenas “mula” -pessoa paga por traficantes para passar pelas barreiras com drogas -, não convenceu. Também não convenceu a versão de que ele receberia apenas as 30 gramas de cocaína como pagamento, sob a alegação de que apenas viciado.