Polícia

Sinop:17 viaturas da PM estão ‘quebradas’; Só duas funcionam

A falta de efetivo não é o único problema enfrentado pela Polícia Militar em Sinop. Nos últimos 15 dias, apenas duas viaturas estão em condições de estar trafegando para atender a maior cidade do Nortão, com mais de 120 mil habitantes. Só Notícias apurou que outras 17 estão paradas, com problemas diversos -principalmente mecânicos- esperando o governo estadual dar ordem para arrumá-las. Além das duas viaturas, cinco motocicletas estão sendo utilizadas pela PM para atender determinadas ocorrências.

O problema, segundo o comandante do Regional Norte, coronel Elierson Metelo. se agravou nas duas últimas semanas. “A Secretaria de Segurança Pública fez avaliação de serviços prestados anteriormente e fez uma nova licitação para dar um serviço de qualidade na manutenção. Como não tinha entrado em vigor a execução do orçamento, que começou na semana passada, houve essa demora na assinatura do contrato de prestação de serviços”, explicou.

Com isso, quem é assaltado, tem casa ou empresa arrombados, moto ou veículos roubados acaba tendo que esperar ainda mais para ser atendido, para a polícia recuperar seus bens e prender os bandidos. “Com o número reduzido de viaturas fica mais longo o tempo de respota e atendimento à população. Com isso prejudica nosso policiamento”, salientou. O número de crimes vem aumentando. Somente na última sexta-feira à noite, foram registrados três assaltos em estabelecimentos no mesmo bairro. Ninguém foi preso.

Outra preocupação é com o número de assaltos a clientes que fazem saques em agências bancárias. Nos últimos dias, a prefeitura e gerentes de agências bancárias se reuniram com a PM para definir ações de segurança próximo às agências. “Nós nos comprometemos em destinar duas motocicletas exclusivamente para fazer o policiamento na região e horário bancário de Sinop, e isso está sendo feito, independentemente do número de viaturas”, esclareceu.

A atual situação do comando já foi informada à Secretaria de Segurança Pública e Justiça e, conforme o comandante, deve ser solucionada nos próximos dias. “Temos a promessa que até esta semana seja colocado o número suficiente (de viaturas)”, concluiu. Alguns veículos estão parados no próprio pátio da corporação e outras na empresa que fará a manutenção.

Na semana passada, o comando também recebeu mais armamento. Foram enviadas 20 pistolas, 34 algemas, 67 coletes balísticos e 22 mil munições, que serão distribuídos nos municípios que pertencem ao regional Norte.

Outro lado
Só Notícias tentou contato, com a assessoria de imprensa do Estado, mas, até o fechamento desta notícia, não obteve resposta sobre o assunto.