Polícia

Sinop: pai é acusado de estuprar e agredir com facão própria filha que se negou a manter relações sexuais

O suspeito, de 38 anos, está sendo acusado de estuprar a própria filha, de 11 anos, além de ameaçá-la com um facão para que não contasse os abusos a ninguém. Ao descobrir o crime, a mãe da garota também foi ameaçada e mantida presa na residência localizada no bairro Jardim Imperial, mas em determinado momento, conseguiu escapar e pedir ajuda na rua. Populares chegaram a perseguir o homem, no entanto, conseguiu fugir.

A mulher contou aos policiais que estava no Maranhão e a filha em Sinop, aos cuidados do pai, mas em uma chamada de vídeo a menina chorou e, ao perceber algo estranho o suspeito desligou o telefone e ficou duas semanas sem atender suas ligações.

Ao retornar para casa, conversou com a menina e ela contou tudo o que tinha acontecido. Disse ainda que quando se recusou a manter relações foi agredida com um facão. Após ser delatado o suspeito manteve mãe e filha na residência sob ameaça, até a mulher conseguir fugir para pedir ajuda.

No imóvel a Polícia Militar ainda encontrou dois pés de maconha que eram cultivados pelo suspeito.

Conforme Só Notícias já informou, também houve uma tentativa de estupro registrada em uma residência no bairro Jardim das Violetas.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/arquivo)