Polícia

Sinop: mais uma mulher tem conta bancária invadida e perde mais de R$ 3,5 mil

Uma mulher, de 33 anos, procurou a delegacia de Polícia Civil para relatar que também teve sua conta bancária invadida e teve  prejuízo de R$ 3,5 mil. Ela contou aos investigadores que a transação bancária foi feita através de Pix. O primeiro foi de R$ 500 e, na sequência R$ 3 mil.

O homem que é morador do bairro Aquarela Brasil entregou aos policiais os dados bancários para onde o dinheiro foi transferido. A polícia tenta localizar e identificar o suspeito.

Em outro caso conforme Só Notícias já informou, a vítima, de 50 anos, moradora do bairro Jardim Maringá, teve um prejuízo de R$ 38 mil ao ter sua conta bancária invadida.

Ela contou aos investigadores que recebeu mensagem do criminoso se passando por gerente do seu banco. Ele disse que havia sido promovido, agradeceu pela parceria e despediu-se. Posteriormente, outra pessoa entrou em contato se apresentando como novo gerente e pediu que ela fizesse a atualização dos seus dados através de um link.

Ao acessar o link, a mulher ficou por três dias sem acesso a sua conta. Ao conseguir visualizar o extrato, percebeu que R$ 38 mil foram desviados

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/arquivo)