Polícia

Sinop: homem é acusado de alugar chácara para festa, cancelar e não devolver o dinheiro

O denunciante, de 46 anos, registrou boletim de ocorrência, ontem, na delegacia de Polícia Civil informando que alugou uma chácara de lazer por R$ 350, para fazer uma confraternização de natal, entregou R$ 200 para o locatário e ficou combinado de repassar os R$ 150 restante no dia da festa, entretanto, segundo consta no documento policial, o suspeito alegou que o local não tinha mais disponibilidade e não devolveu o dinheiro.

Ainda de acordo com o comunicante, no dia 24, o suspeito entrou em contato e disse que a chácara não era dele e os proprietários que são de Novo Progresso, no Pará, iriam ocupar o local para passar o natal com a família.

Por fim, o denunciante disse que teve que alugar outro local por R$ 1,2 mil e que o acusado vem aplicando essa estratégia com outras pessoas para obter vantagem financeira. O caso está sendo investigado.

Redação Só Notícias