Polícia

Sem-terra invadem fazenda em Peixoto de Azevedo

A Fazenda Conquista (30km de Peixoto de Azevedo), foi invadida, ontem, por famílias de trabalhadores rurais e sem-terra. Cerca de 50 pessoas entraram na área afirmando que não sairiam enquanto o Incra não lhes fornecesse áreas de assentamento.

Agentes da Polícia Civil e soldados da Polícia Militar foram até o local para tentar acordo com os invasores, que se retiraram das terras mas ainda encontram-se acampados às margens da cerca no corredor que dá acesso a área.

Segundo o delegado de Peixoto de Azevedo, Davi Fernandes e Silva, não houve confronto, mas o proprietário da área invadida, Sinvaldo Brito, teme que algo mais grave possa acontecer. “Felizmente, por hora, conseguimos contornar a situação, mas essa é uma questão que tem que ser resolvida o mais rápido possível. Esperamos que a justiça tome uma atitude logo, antes das pessoas voltarem a se revoltar e querer invadir as terras”, disse, ao Só Notícias.

Davi informou ainda que conversou com os advogados do proprietário da fazenda e consta, no Incra, que ele possui a homologação da área. “Pela lei ele é realmente o dono da fazenda”, salientou.

A questão deve ser resolvida durante esta semana, quando uma equipe da Ouvidoria Nacional do Incra vier para a região para definir questões de assentamento com famílias da Gleba Mercedes V, em Sinop.