Polícia

Seis são presos por embriaguez ao volante e com drogas na operação ‘Lei Seca’ em Mato Grosso

Quatro motoristas foram presos por dirigir embriagados e duas pessoas foram presas por porte de drogas durante a 27ª Operação Lei Seca, que ocorreu ontem de madrugada, na avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá. De acordo com a assessoria, foram realizados 115 testes de alcoolemia, resultando em 20 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) recolhidas, nove documentos de carros apreendidos e 34 veículos removidos. Ao todo, foram 53 Autos de Infração de Trânsito, sendo 11, de pessoas que se recusaram a fazer o teste de bafômetro, e 13, por dirigir carro sem licenciamento.

A coordenação da Operação Lei Seca é do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública, com participação do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, 10º Batalhão da Polícia Militar, Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran), Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), Sistema Penitenciário, Corpo de Bombeiros e o Ciosp.

Com essa edição da operação, já somam 133 pessoas presas em flagrante por embriaguez ao volante. Foram lavrados 1.245 Autos de Infração no Transito (AITs), sendo 335 pelo artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência) e 95 pelo artigo e 165-A (recusar-se a ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa). Também foram realizados 3.402 testes de alcoolemia, 368 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e 322 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) foram recolhidos, além de 664 veículos removidos.

Também foram realizados 3.402 testes de alcoolemia, 368 CNHs e 322 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) foram recolhidos, além de 664 veículos removidos.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)