Polícia

Policial e carcereiros de Juína são presos acusados de abusar sexualmente de detentas

O diretor de Interior da Polícia Judiciária Civil, Pedro Manzan, informou agora há pouco, que já foi instaurado inquérito para apurar as denúncias de duas detentas no município de Juína, de que sofreram abuso sexual dentro da Cadeia Pública. Os acusados são os agentes prisionais, Benedito da Silva, Edson Batista, Valmor Rosseto e Aldemiro Antônio da Silva. “A denúncia agora será encaminhada para a Corregedoria da Polícia Civil e será instaurado procedimento adminsitrativo para apurar o envolvimento do investigador da Polícia CIvil”, explicou Pedro Manzan. O mandado de prisão dos acusados foi expedido pelo juiz Michel Rocha da SIlva, de Juína, a pedido do Ministério Público que recebeu a denúncia de duas detentas e um detento, conforme informou o delegado regional de Juína, Mário Arcioni Falcão.