Polícia

Policiais e agentes do IBAMA destroem máquinas utilizadas na extração ilegal de minérios em Mato Grosso

A Polícia Federal, com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Fundação Nacional do Índio fez, ontem, mais uma ação para combater extração ilegal de minérios, na Terra Indígena Sararé, Garimpo “Babalu” e Cooper Pontes, na região de Pontes e Lacerda (444 quilômetros de Cuiabá). De acordo com a assessoria, foram destruídas seis escavadeiras hidráulicas e motores.

Entre os dias 28 do mês passado e 1º deste também foi feita ações da operação na região. Os agentes apreenderam 21 escavadeiras hidráulicas. Dessas, 19 foram inutilizadas e duas foram destinadas a instituições públicas.

Foram inutilizados ainda três veículos de passeio, um quadrículo, três motos e 80 motores estacionários, quatro barcos, insumos, e toda a estrutura utilizada na atividade ilegal. Ocorreu ainda a prisão de uma pessoa por porte ilegal de arma de fogo e com ela foi apreendido ouro proveniente da exploração ilegal.

A ação de encerramento da atividade garimpeira, somente foi possível, pela integração dos órgãos de fiscalização e repressão. O Ibama usou o poder de fiscalização para permitir a atuação das forças policiais em toda a extensão do garimpo, e a Funai realizou um levantamento prévio com a utilização de drones, que possibilitou a localização das máquinas utilizadas na atividade garimpeira.

 

Redação Só Notícias (fotos: assessoria)