Polícia

Polícia ouvirá depoimento de mulher que presenciou marido sendo executado com 8 tiros em Sorriso

O delegado de Polícia Civil, André Ribeiro disse, hoje, que a esposa de Emerson dos Santos Madeira, de 23 anos, será ouvida na delegacia. Ela presenciou o momento em que ele foi perseguido e executado com ao menos oito tiros, na rua Tangará, no bairro Industrial, nas proximidades da delegacia municipal, ontem à noite. “Num primeiro momento, os policiais relataram que sentiram uma dificuldade porque ela não quis nem se identificar, nem passar o nome, não sabemos porque essa reação dela de não querer se envolver com esse fato. Isso chama a atenção também”, expôs Ribeiro.

Ainda de acordo com o delegado, agora os investigadores trabalham para identificar a placa do veículo usado pelos criminosos que executaram Emerson. “Estamos analisando as imagens, tem um veículo que aparece e estamos puxando para ver se localizamos a placa. Também foram recolhidas cápsulas no local, que serão encaminhadas à perícia para que possamos fazer um confronto balístico com a situação de outros homicídios”, destacou.

“É um homicídio que as imagens chamam atenção, mostram que o executor quase ficou preso dentro da residência. Quando o portão fecha, o rapaz faz um rolamento no chão para poder fugir. Me parece uma pessoa com uma prática boa, experiência no crime. Estamos analisando as imagens com cuidado, cautela e continuamos investigando a motivação”, completou Ribeiro.

A funerária São Jorge confirmou, ao Só Notícias, que Emerson será transladado, amanhã às 12h, para o município de Viana (MA), onde será sepultado.

Conforme Só Notícias já informou, câmeras de segurança filmaram o assassinato e mostram a vítima se preparando para entrar em um carro vermelho, que estava estacionado, quando um veículo utilitário branco se aproximou.

Uma pessoa que estava no banco do passageiro sacou a arma e disparou várias vezes. Mancando, Emerson ainda tentou correr, porém, foi perseguido e morto no interior de um conjunto de quitinetes.

 

Só Notícias/Luan Cordeiro/Herbert de Souza e Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/Lucas Torres e reprodução)