Polícia

Polícia Federal apura despejo de líquidos nocivos à saúde humana em rio no Mato Grosso

Policiais federais de Barra do Garças e peritos criminais do setor técnico-científico de Cuiabá fizeram diversas diligências no rio Araguaia, hoje, buscando elementos probatórios de eventuais crimes ambientais no leito e às margens. Investigações iniciais apontam que a área fluvial vinha recebendo despejo de efluentes (líquidos provenientes de atividades humanas e industriais), material nocivo com o potencial de causar severos danos ao meio ambiente e à saúde humana.

As diligências foram iniciadas em razão de um inquérito policial instaurado pela PF de Barra que tem como objetivo, além da constatação de possíveis danos ambientais, sua exata extensão e o cumprimento das leis e normas ambientais em vigor.

A operação de hoje também contou com a participação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Barra do Garças (Politec). Não foi confirmado se foram encontrados indícios de contaminação. A perícia passa a analisar a água coletada.

 

Só Notícias (fotos: assessoria)