domingo, 26/maio/2024
PUBLICIDADE

Polícia cumpre buscas contra suspeitos de estelionato, associação criminosa e uso de documento falso em MT

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)


Um casal, investigado pelos crimes de estelionato, uso de documento falso, falsa identidade e associação criminosa, foi alvo de mandado de busca e apreensão domiciliar, cumprido pela Polícia Civil, esta manhã, em ação realizada pela Delegacia de Nobres (146 km a médio-norte de Cuiabá). A ação também teve apoio da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

A Polícia Civil informou que a ordem judicial de busca e apreensão contra o casal foi expedida pela Comarca de Nobres após desdobramento de investigações conduzidas pela delegacia do município que apura o envolvimento dos suspeitos em crime de estelionato. O mandado foi cumprido na cidade de Várzea Grande.

O homem de 23 anos e a mulher de 45 foram presos no mês passado, em Nobres, quando tentavam abrir contas em agências bancárias da cidade utilizando de documentos falsos para posterior prática de fraudes. De acordo com o delegado de Nobres, Rogério Gomes Rocha, os criminosos agiam objetivando a abertura de contas bancárias em nomes de terceiros mediante o uso de documentos falsos, geralmente em cidades do interior.

As investigações apontaram ainda que as contas seriam usadas na contratação de empréstimos fraudulentos e aquisição de produtos de alto valor, em sua maioria eletrônicos, os quais seriam revendidos para levantar dinheiro e encobrir a origem ilícita dos recursos.

A residência alvo das buscas seria utilizada pelos suspeitos como depósito dos bens, sendo então, representado pelo mandado de busca e apreensão no local. Durante o cumprimento das buscas, foram apreendidos diversos aparelhos celulares, videogames, equipamentos de sons, computadores, documentos e uma grande quantidade de mídias de jogos eletrônicos.

“Alguns dos aparelhos celulares e documentos serão usados para aprofundar as investigações e os demais objetos de valor considerável serão colocados à disposição da Justiça, os quais poderão ser usados na restituição dos prejuízos a eventuais vítimas”, disse o delegado.

A Polícia Civil destacou ainda que as investigações continuam para identificar outras pessoas envolvidas, inclusive eventuais outras vítimas dos criminosos.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Discussão por causa de som alto termina com dois baleados em Sorriso

Um homem e uma mulher foram socorridos e encaminhados...

Jovem é preso com tabletes e porções de drogas em bairro de Sinop

A equipe de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas...
PUBLICIDADE