Polícia

Polícia Civil investiga responsabilidade de queimada que ameaçou o aeroporto de Sinop

Foi aberto inquérito e está sendo investigado o incêndio ocorrido no último dia 04 em uma área que fica ao lado do aeroporto de Sinop. Segundo análises preliminares do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) cerca de 200 hectares de vegetação foram atingidos pelo fogo, que chegou a ameaçar o prédio do terminal aeroportuário, mas foi controlado a tempo pelo Corpo de Bombeiros de Sinop. O proprietário da area atingida registrou boletim de ocorrência contra um vizinho, que teria sido o responsável pelo início do incêndio.

A Polícia Civil está investigando a acusação, mas até o momento nada foi provado. Caso confirmado o fogo criminoso, o responsável pelo incêndio será multado e pode até ir preso. A multa varia de R$ 1.5 mil a até R$ 5 mil por hectare destruído, o valor muda de acordo com o tipo de vegetação destruída e outros fatores. Considerando a área danificada e, tomando por base o menor valor da infração, o responsável pela queimada teria que pagar uma multa no valor de R$ 300 mil. As queimadas estão proibidas, com exceção da cana de açúcar, em reserva indígena, de sementes e em ações contra pragas.