Polícia

Polícia aponta que presos com fuzis e pistolas no Médio Norte podem estar envolvidos em explosão de caixas em Nova Mutum

A Polícia Militar informou ao Só Notícias, que os três homens presos em uma residência no bairro Maracanã, em Barra do Bugres (164 quilômetros de Cuiabá), nesta 4ª feira, com armas de grosso calibre, munições e dinheiro, acusados de explodirem caixas eletrônicos na prefeitura, também podem ter ligação com a quadrilha que explodiu os caixas eletrônicos do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, em Nova Mutum, no último domingo.

O comandante da Força Tática em Tangará da Serra, tenente Diego Alves Furquim, disse que “eles são de vários lugares e os crimes podem estar ligados. Nada está descartado. Dois são moradores de Cuiabá. Além disso, uma das armas havia marcação do Comando Vermelho. Poder haver ligação ou ser os mesmos membros da quadrilha que praticou essa modalidade de crime na região. As investigações esclarecerão o envolvimento deles com o crime. Os três negam qualquer tipo de participação, mas agora dependerá do desenrolar das investigações da Polícia Civil”.

Os três tentaram fugir de uma barreira policial, em VW Fox branco, mas não conseguiram. Eles acabaram informando a casa onde foram apreendidos dois fuzis, um deles de modelo alemão HK555, pistolas 9mm, dezenas de munições, parte do dinheiro roubado e explosivos. A maior parte desse material estava na casa que os assaltantes alugaram para se hospedar em Barra do Bugres. Também foram apreendidos dois veículos, uma moto o VW Fox branco, placa de Cuiabá.

Conforme Só Notícias já informou, a Polícia Militar de Nova Mutum localizou na terça-feira, um Hyundai Santa Fé preto que possivelmente foi utilizado pelos criminosos que explodiram os caixas eletrônicos. O veículo estava no rio Novo, na zona rural, a aproximadamente 70 quilômetros da cidade, apenas o teto fora da água. Foi retirado por quatro mergulhadores do Corpo de Bombeiros e encaminhado à delegacia de Polícia Civil para checagem dos documentos e origem.

As câmeras de segurança de um outro banco registraram a ação dos bandidos, em Mutum, que começou no domingo por volta das 03h28. Eles chegaram em um Hyundai Santa Fé preto, com placas de Jaboatão dos Guararapes (PE). Três suspeitos desceram, um ficou dano cobertura e dois entraram na agência da Caixa Econômica, onde usaram explosivos para tentar abrir os caixas eletrônicos e levar dinheiro (valor não divulgado). Depois foram ao Banco do Brasil, onde foram ouvidas três explosões. Porém, eles não teriam conseguido abrir o compartimento dos caixas onde fica o dinheiro e fugiram sem levar nada. Cinco caixas eletrônicos foram danificados nas ações. Os prejuízos são grandes. Ninguém ficou ferido.