Polícia

PM reforça segurança amanhã em Juara no júri de acusado de pistolagem

Maurício Roncalim deverá ir a júri popular amanhã em Juara (300km de Sinop), acusado de pistolagem. Conhecido como “Preto”, ele confessou, em junho do ano passado, ter cometido tentativa de homicídio contra o piloto de avião Evaristo Cesar Columbano para receber R$ 30 mil. O mandante foi apontado por ele no processo criminal.

Maurício foi detido junto com Moacir Alves, acusado de dar cobertura para o crime fazendo o transporte da moto para que o primeiro praticasse o homicídio. Ambos foram presos em Nova Granada, São Paulo, sendo que Maurício é acusado de estar envolvido em mais cinco homicídios.

Para o júri de amanhã, o fórum de Juara solicitou reforço da Polícia Militar de Sinop, pois a população está revoltada com o caso e há indícios de que tentará agredir o acusado. O réu está preso na cadeia de Juara e, se condenado, será encaminhado para a penitenciária Ferrugem, em Sinop.