segunda-feira, 24/junho/2024
PUBLICIDADE

Pesquisa aponta MT em 3º terceiro com ataques a bancos

PUBLICIDADE

Mato Grosso é o terceiro estado com maior incidência de ataques a bancos com 125 casos registrados, durante o ano passado. É o que aponta a Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos em 2011, realizada pela Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) e a Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Os dados foram apresentados pelo Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (SEEB-MT), hoje, em Cuiabá.

No ranking nacional, São Paulo aparece em primeiro lugar com 538 ataques, seguido do Rio Grande do Sul com 130. Em quarto lugar ficou a Bahia (112 ataques) e em quinto o Paraná (98 ataques). A pesquisa levou em conta assaltos, tentativas e arrombamentos. O objetivo da pesquisa é demonstrar que as incidências de ataques a bancos são maiores que a registrada pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). Enquanto a pesquisa da CNTV e Contraf-CUT aponta 632 assaltos em 2011, a Febraban apurou 422 em 2011, uma diferença de 210 casos, informa a assessoria do sindicato.

Das 125 ações criminosas em Mato Grosso, conforme dados atualizados, a pesquisa aponta 67 arrombamentos, 35 tentativas e 23 assaltos efetivados. Na modalidade “novo cangaço”, o Estado registrou 12 ações, dentro das 125 do quadro geral.

Os números foram apurados com base em notícias publicadas pela imprensa, consulta aos dados disponibilizados por algumas secretarias estaduais de segurança pública e informações de sindicatos e federações de bancários e vigilantes de todo país. O levantamento contou com apoio técnico do Dieese.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (SEEB-MT), Arilson Silva, os números apresentados pela pesquisa explicita a urgente necessidade dos bancos investirem em segurança para os bancários e a população. “Diante de números bilionários, os bancos se negam em agir para proteger a vida das pessoas. O número de 125 ataques em Mato Grosso é assustador e reflete o quanto as pessoas estão inseguras nas agências bancárias”.

Segundo ele, o sindicato vai manter sua atuação intensiva para que os bancos tomem providências para reforçar a segurança nas agências. Entre as propostas defendidas pelos bancários para reforçar a segurança bancária estão instalação de portas giratórias em todos os estabelecimentos bancários antes do autoatendimento, câmeras de monitoramento em tempo real em todos os estabelecimentos bancários, guarda-volumes antes das portas giratórias, vidros blindados nas fachadas externas, biombos entre a fila de espera e os caixas, divisórias individualizadas entre os caixas eletrônicos, instalação de caixas eletrônicos somente em locais seguros, escudo e assentos no interior das agências e postos aos vigilantes.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia Civil alerta sobre golpes da falsa central telefônica em Mato Grosso

No Brasil, 208 golpes de estelionato são registrados por...

Corpo de jovem sequestrado é localizado em Sorriso

A equipe de investigação de homicídios da Delegacia de...

Dois homens são presos suspeitos de violência doméstica no Nortão

Dois homens suspeitos por violência domésticas foram presos em...

Homem é assassinado a tiros no Nortão

A polícia informou que Maicon Leandro Cardoso, 31 anos,...
PUBLICIDADE