Polícia

Mulher morre após ser espancada por amásio em Colíder

Aparecida Santana, 43 anos, acabou falecendo na última quarta-feira em Colíder. Conforme informações do Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, a causa morte apontada pelo exame de necropsia foi edema cerebral e traumatismo crânio encefálico, possivelmente causados por espancamento.

A polícia de Colíder informou que Aparecida registrou um boletim de ocorrência no último dia 05, após ter sido agredida pelo amásio, Lourival da Silva. Mas que até o momento não receberam o laudo da causa morte. Ela acabou sendo internada na segunda-feira e faleceu dois dias depois.

Aparecida foi sepultada ontem em Colíder. As informações são de que ela tinha um bebê de 10 meses.