quarta-feira, 19/junho/2024
PUBLICIDADE

Mulher é presa por exploração sexual de adolescente em Sorriso

PUBLICIDADE
Só Notícias/Ana Dhein com Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/Lucas Torres)

A mulher, de 25 anos, foi presa pela Polícia Civil suspeita de explorar sexualmente uma adolescente, 16 anos, em um bar, no bairro Bela Vista, conforme divulgou hoje a delegada Jéssica Assis. O crime ocorreu no dia 9 e, faz parte das ações de combate à exploração e toda forma de abuso sexual infantil e de adolescentes, da campanha do maio laranja. “Nós recebemos a informação de que uma adolescente teria vindo de Rondônia para Sorriso para fazer programas, para se prostituir e que ela estaria abrigada em um lugar da cidade que trabalharia ilicitamente com esse tipo de exploração sexual”, explicou a delegada.

“Nossos investigadores do núcleo foram até o local, conseguiram resgatar essa menor, que foi deixada aos cuidados do Conselho Tutelar e efetuaram a prisão em flagrante da suspeita, proprietária do bar, que veio conduzida aqui para a delegacia, foi detida em flagrante, submetida à audiência de custódia e ela foi liberada mediante a imposição de certas medidas cautelares. Mas essa é uma ação firme que nós fizemos aqui, principalmente nesse contexto de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, que é algo intolerável, a mercantilização do corpo das nossas meninas, das nossas crianças, adolescentes, é algo que nós vamos combater com veemência, não só nesse mês de maio laranja, mas todos os meses do ano”, detalhou a delegada.

Ainda segundo Jéssica, as equipes tem sido cada vez mais presentes nas escolas e associações sem finalidades lucrativas que trabalham com crianças e adolescentes. “Espalhar conhecimento a fim de que toda e qualquer denúncia relativa à exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes chegue ao conhecimento da Polícia Judiciária Civil, para que possamos tomar as medidas cabíveis para a proteção das crianças e punição dos infratores”.

“Nas ações que a gente realiza, principalmente em escolas, há relatos, há revelações espontâneas, algumas de abuso sexual infantil, em Ipiranga do Norte tivemos algumas situações, são situações que a gente tenta resolver da maneira mais rápida possível, a fim de que, caso não seja possível, efetuar uma prisão in flagrante, ao menos a proteção daquele menor de idade. Fora isso, temos recebido também bastante denúncia, principalmente com a divulgação maciça do telefone do WhatsApp da delegacia, e também por meio do Disque 100, que é uma ferramenta de denúncia anônima que qualquer pessoa pode ligar e efetuar qualquer repasse de informações relativas à situação de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”, concluiu a delegada.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Guarda recupera motocicleta furtada em Sinop

A Guarda Municipal localizou uma Yamaha Factor preta com...

Polícia Federal faz operação Apate em Mato Grosso

A Polícia Federal fez, hoje, em Cuiabá, Operação Apate,...

Taxista é encontrado morto e com sinais de violência em estrada vicinal no Mato Grosso

A Polícia Civil confirmou a localização de corpo, hoje...
PUBLICIDADE