Polícia

Morador de Sinop perde R$ 3,3 mil ao ser enganado por supostos funcionários de banco

O homem, de 56 anos, morador do bairro Jardim Buritis teve um prejuízo de R$ 3,3 mil ao cair em golpe praticado por estelionatários, que se passaram por funcionários de agências bancárias. Ele procurou à delegacia de Polícia Civil ontem, para registrar boletim de ocorrência.

Aos investigadores, o homem disse que o primeiro criminoso entrou em contato e falou que seu cartão de crédito havia sido clonado e alguém já havia feito uma retirada de R$ 3 mil. Para fazer o cancelamento, enviariam um funcionário em sua casa para recolhimento.

O outro criminoso foi até o imóvel, recolheu o cartão e, posteriormente, o homem descobriu que R$ 3,3 mil haviam sido debitados de sua conta. O caso está sendo apurado pelas autoridades policiais.

No começo da semana, um homem, de 79 anos, morador da região central da cidade, também teve prejuízo de R$ 5 mil ao cair em golpe praticado por estelionatários. Ele relatou que recebeu ligação de um falso funcionário de uma agência bancária informando que alguém clonou seu cartão e já havia débito de R$ 1 mil.

Conforme Só Notícias já informou, um homem e uma mulher foram presos, mês passado, pela Polícia Civil suspeitos de integrarem uma quadrilha de São Paulo especializada em aplicar golpes com cartões de crédito. Em Sinop, nove pessoas foram vítimas do crime e o valor do prejuízo é superior a R$ 20 mil. Com os envolvidos, foram apreendidas nove máquinas de cartão, documentos, dinheiro (valor não informado), porções de maconha, entre outros materiais.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)