Polícia

Morador de Lucas do Rio Verde é preso acusado de atirar em empresário após discussão no trânsito em Sinop

A Polícia Civil confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que um homem, de 62 anos, foi preso, esta manhã, em uma chácara próxima ao rio Verde, em Lucas do Rio Verde. Ele estava com mandado de prisão expedido pela justiça, não reagiu durante a abordagem e confessou o crime.

O delegado Bruno Abreu disse, em entrevista, ao Só Notícias, que agora começa a ser apurado o motivo do crime. “Ele confessou ter efetuado os disparos e realmente fugiu. Por isso, que o mandado foi de prisão temporária (30 dias) para concluirmos esse inquérito”.

Abreu explicou ainda que, segundo a versão de uma testemunha e do próprio suspeito, “eles foram se batendo, se encostando e até que pararam o carro. Ouve esse início de confusão e o disparo. O suspeito afirmou que não prestou socorro porque ficou com medo, mas isso vamos ignorar porque não havia motivos para ter feito. Se não fosse a testemunha do lado, a vítima estaria morta”.

Ele seria o condutor da Ford Ranger branca que fugiu após atirar no empresário do setor de transportes, de 27 anos, no dia 1º deste mês, na rodovia federal, a cerca de três quilômetros do bairro Camping Clube, em Sinop. O disparo atingiu a mandíbula do lado esquerdo dele, que teve uma veia rompida causando um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI).

Por conta disso, foi socorrido em estado gravíssimo e internado numa Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional Jorge Abreu. A esposa dele Aline Karsburg informou, esta manhã, que já teve melhora significativa e deverá deixar UTI nos próximos dias. “Um verdadeiro milagre. A médica me ligou ontem, e informou que ele receberá alta da UTI. Apresenta uma febre e, por isso, ainda não saiu. Os médicos acompanham para saber o motivo dessa infecção. Está tendo uma melhora e resposta muito boa”.

Ela explicou ainda que será um processo longo de recuperação. “Foi retirada a calota craniana (base do crânio) e terá que fazer em 2 a 3 meses nova cirurgia para colocá-la. Ele terá que retirar traqueostomia, fazer a reconstrução do maxilar. Será um processo bem demorado. No entanto, graças a Deus está tendo uma resposta muito boa. Coisa que os médicos não acreditavam que faria mais, está fazendo. Já começou a movimentar os dedos e os braços. Agora, os médicos acreditam que com fisioterapia ele terá os movimentos de volta”.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: arquivo pessoal e assessoria - atualizada às 09h07)