Polícia

Homem se passa por delegado e tenta extorquir morador de Sorriso para não expor fotos íntimas

O homem, de 53 anos, morador de um distrito, denunciou na delegacia de Polícia Civil, ontem, que um estelionatário, se passando por delegado, pediu R$ 3,3 mil para não divulgar fotos e vídeos íntimos, que ele trocou com uma mulher. Eles teriam se conhecido no Facebook.

De acordo com a versão do denunciante, ele começou a conversar com a mulher no último dia 4. Eles trocaram WhatsApp e passaram a enviar conteúdos íntimos. Já ontem, o suposto delegado entrou em contato e disse que tinha um boletim de ocorrência em que constava que a pessoa que ele estava conversando era menor de idade.

O estelionatário afirmou que queria esclarecer os fatos e no decorrer da conversa solicitou R$ 3,3 mil para encerrar o caso, sob a alegação de que o valor seria para pagar uma multa à União referente ao arquivamento do processo.

Horas depois, uma mulher entrou em contato se apresentando como mãe da pessoa que ele conversava, dizendo que havia localizado o endereço do denunciante e que suas imagens seriam expostas.

O homem não depositou o valor solicitado. Durante a denuncia, ele passou os telefones usados na tentativa de extorsão e o caso passa a ser investigado.

Só Notícias/Luan Cordeiro e Lucas Torres, de Sorriso