Polícia

Hacker invade e-mail e tenta chantagear servidor de universidade em Sinop

Um técnico administrativo da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Sinop registrou boletim de ocorrência, ontem, na delegacia de Polícia Civil informando que teve seu e-mail pessoal e funcional invadido por um hacker que conseguiu clonar seu WhatsApp e exigiu bitcoin (criptomoeda descentralizada ou um dinheiro eletrônico) para não divulgar e excluir seus dados.

O racker teria dado prazo de sete dias para o depósito da moeda virtual ser feito. Ainda de acordo com o denunciante, o racker se passou por ele na intenção de instalar programas e para pedir que os servidores da instituição fizessem alterações em senhas para que conseguisse acessar os dados da instituição.

O código penal diz que “invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita a pena é de detenção, de três meses a um ano e multa.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo)