Polícia

Ex-presidiário em Alta Floresta teria atirado em juiz em Sinop

A Associação Mato-grossense de Magistrados (Aman) está acompanhando as investigações sobre o crime ocorrido nesta madrugada, em Sinop, contra o juiz César Bassan, da 5ª vara criminal de Cuiabá e diretor substituto do fórum da capital. Bassan foi atingido por um dos cinco tiros disparados contra seu veículo, quando saía de uma lanchonete.

Segundo a Delegacia de Sinop, quem fez os disparos tinha saído da prisão recentemente, em Alta Floresta, onde respondia por crime de extorsão.
Só Notícias apurou que ha 3 pessoas detidas em Sinop. Um deles seria garçom e outro caixa de um restaurante em Sinop. As investigacões policiais apontam que o crime teria ocorrido depois de desentendimento no trânsito, que ocasiou o acidente na caminhonete em que estavam os 4 homens e na caminhonete que estava o magistrado. Ambas as caminhonetes bateram na parede de uma panificadora, na prça Plinio Callegaro, no centro da cidade. O juiz saiu de uma lanchonete e ia para o hotel. Ele passava férias em Sinop, onde tem uma fazenda. A caminhonete S-10 branca onde estavam os acusados foi apreendida hoje por volta das 11:00hs. Esta com a frente danificada – com estragos praticamente semelhantes aos que ocorreram na caminhonete S-10 preta, do juiz.

Clique aqui e veja fotos do caso feitas Só Notícias

Leandro Bassan, filho do juiz, foi à residência do presidente da Amam, desembargador Paulo Lessa, pedir ajuda na remoção aérea do pai, de Sinop para Cuiabá. “Como a UTI aérea do convênio encontrava-se noutro estado, pedimos ajuda a Polícia Militar, que o transportou de helicóptero”, disse Lessa. César Bassan está internado no Hospital Jardim Cuiabá e deve ser operado.

O juiz João Guerra, titular da 1a Vara Criminal e diretor do Fórum de Sinop, acompanhou o colega Bassan no pronto socorro. “Ele (César Bassan) está lúcido, disse que não sabe como tudo aconteceu, que não houve discussão com os criminosos”, afirmou Guerra, que chegou ao local do crime 45 minutos depois de ocorrido.

Segundo João Guerra, César Bassan estava em trânsito, tinha chegado de Alta Floresta às 16h. “Passou a tarde com a filha, que mora aqui em Sinop e depois, como de costume, dormiria num hotel”, disse Guerra. Ele conta que Bassan saiu do hotel para fazer um lanche na avenida principal da cidade por volta das 23 horas. Quando saiu da lanchonete, entre 00:30 e 1:00h, uma caminhonete, com dois homens na cabine e dois na caçamba, veio na contra-mão, bateu na lateral da caminhonete de Bassan, fez o retorno e bateu na traseira quando um dos homens que estavam na caçamba disparou cinco tiros contra o juiz. Um deles atravessou o banco e atingiu a coluna de Bassan.

Leia também
Gerente confessa que atirou em juiz em Sinop
< href="http://www.sonoticias.com.br/mostra.php?id=19001">Suspeitos estão depondo sobre disparos dados contra juiz em Sinop
< href="http://www.sonoticias.com.br/mostra.php?id=18997">Ex-presidiário em Alta Floresta teria atirado em juiz em Sinop
Presos 3 suspeitos de envolvimento em disparos feitos contra juiz em Sinop
Encontrada caminhonete onde estariam homens que atiraram em juiz em Sinop
Juiz não se lembra do atentado sofrido hoje em Sinop
Duas equipes investigam atentado a juiz em Sinop
Juiz baleado em Sinop será removido daqui a pouco para Cuiabá
Juiz de Cuiabá é baleado em Sinop