Polícia

Estelionatário usa nome de professora aposentada do Paraná para aplicar golpe em estudantes de Sinop

O homem de 39 anos, morador da avenida dos Mognos, no Jardim Eunice, região da estrada Dalva, procurou a polícia, esta tarde, após depositar R$ 150 na conta do suspeito. Ele disse que o criminoso usou os dados de uma professora aposentada de uma instituição de ensino federal do Paraná, e pediu o valor como taxa de credenciamento para aplicação de provas e vestibulares.

Não consta no boletim de ocorrência como a vítima descobriu a fraude. No entanto, o homem relatou que, no e-mail, o suspeito oferece renumeração de R$ 220 até R$ 750 para aplicação dos próximos vestibulares nos estados de Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo.

No início de janeiro, duas professoras da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Campus de Sinop, foram à polícia e denunciaram, que outro suspeito, também utilizou seus dados e e-mails, para aplicar a mesma fraude, em outros estudantes. Os casos são investigados pela Polícia Civil.

Redação Só Notícias (colaborou: José Carlos Araújo)