Polícia

Delegado não descarta vingança em assassinato de jovem em Sorriso

O delegado de Polícia Civil, Nilson Farias, não descartou a possibilidade de vingança nem de envolvimento de facção criminosa no assassinato do jovem Anilton Oliveira Silva, de 19 anos, executado a tiros, no domingo à noite, em Sorriso. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

“A primeira linha de investigação nossa é que, no passado, esse jovem, ainda menor, já praticou crime de homicídio, junto com outros jovens. A linha de investigação é vingança. Porém, como tem praticas criminosas, não descartamos a possibilidade de uma facção ter decretado a morte dele. Esse caso ainda está em andamento, as investigações estão começando. Tudo está sendo analisado, nos próximos dias queremos pedir as prisões dos suspeitos”, disse o delegado.

Conforme Só Notícias já informou, Anilton levou 4 tiros e foi socorrido por familiares mas faleceu na UPA. O assassino estava em um carro preto, se aproximou e fez os disparos. Ele ainda não foi preso.

Só Notícias/David Murba (colaborou e foto: Lucas Torres, de Sorriso)