Polícia

Delegado diz que casos de estupros em Sinop continuam sendo investigados

O delegado Luiz Fernando Arantes enfatizou hoje que a polícia continua investigando os dois casos de estupros ocorridos nas proximidades do cemitério, no mês de março. O “Tarado do Cemitério” como está sendo chamado pela população, ainda tentou violentar mais duas meninas, de 12 anos.

“Nós estamos checando as informações recebidas. Já detivemos cerca de 6 suspeitos, que não foram reconhecidos pelas vítimas e acabaram sendo liberados”, disse o delegado. Segundo ele, constantemente estão sendo feitas rondas nas proximidades para evitar novos ataques principalmente à noite, quando passam pelo local várias mulheres que estudam em uma faculdade localizada naquele bairro.

“Muitas pessoas nos cobram, mas estamos fazendo o nosso papel, investigando e detendo os suspeitos, mas também precisamos de provas”, disse o delegado.