Polícia

Cocaína avaliada em R$ 70 milhões que saiu de Nova Mutum deve ser incinerada em até 30 dias

A Polícia Rodoviária Federal confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que os 557 quilos de cloridrato de cocaína devem ser incinerados nos próximos 30 dias. Foi feita documentação e encaminhados caminhão e os entorpecentes à Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes de Cuiabá. O motorista, de 34 anos, preso em flagrante também foi levado para prestar os esclarecimentos necessários.

De acordo com a PRF, a droga está avaliada em R$ 70 milhões e era transportada em um caminhão prancha, com placas de Americana (SP), conduzido pelo acusado. Os policiais realizaram uma fiscalização no veículo e encontraram um compartimento na longarina preparado para o transporte do entorpecente. De lá, foram retirados 510, tabletes de cloridrato, que é uma substância derivada da cocaína.

O condutor disse que pegou a droga na região de Nova Mutum e que receberia uma ligação informando em qual cidade do estado de Minas Gerais a carga ilícita deveria ser deixada.

Depois disso, os policias acionaram o Grupo Armado de Resposta Rápida (GARRA) da Polícia Civil em Nova Mutum, que fez a apreensão de mais 100 quilos de pasta base de cocaína enterrada numa área de mata.

Redação Só Notícias (fotos: assessoria)