Polícia

Casal é preso após se negar diminuir volume de som em Sinop; 2º caso no final de semana

A mulher, de 28 anos, e seu marido foram presos, ontem à noite, em uma residência localizada no bairro Jardim das Oliveiras acusados de perturbação do sossego. A suspeita ainda tentou resistir a prisão, filmou os policiais e disse ser filha de juiz e policial para intimidar a ação da guarnição. Os militares tiveram que usar força para capturá-la.

Houve denúncia informando que o volume do som estava muito alto, os policiais foram até o imóvel e orientaram a mulher a baixar. Ela atendeu à solicitação, no entanto, quando eles saíram do local, o som voltou a ser ligado.

Os policiais voltaram na residência, conversaram novamente com a moradora e o aparelho foi desligado pela segunda vez. No entanto, foi feita uma terceira denúncia de perturbação e, com isso, fizeram a apreensão do som e prisão do casal.

Em outro caso, A Polícia Militar acabou com uma festa com som muito alto, numa residência, na avenida Jacarandás, no bairro Parque das Araras  por volta das 3h35. No local, havia mais de 10 pessoas. Um jovem, de 23 anos, que se identificou como proprietário do imóvel, foi levado à delegacia de Polícia Civil e o aparelho acabou apreendido.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)