Polícia

Casal ajuda garota a livrar-se de estuprador em Sinop

Ontem, por volta das 18:00h, a menor C.L.S, de 12 anos, procurou a polícia e denunciou que, quando passava na Avenida da Saudade, próximo ao cemitério para ir à escola, sofreu tentativa de estupro. Um homem descrito como moreno, alto e forte a cercou e passou a mão pelo seu corpo dizendo “de hoje você não passa”. Assustada, ela o agrediu com um soco e começou a gritar.

Um casal que passava pelo local procurou socorrer a menina e passou a perseguir o acusado. Ele deixou sua bicicleta e entrou dentro da vala da avenida. A menor foi levada para casa pelo casal. A polícia fez diligências nas proximidades mas não obteve êxito.

Em menos de um mês foram registrados 3 estupros nessa mesma localidade. Em todos eram jovens estudantes que passavam pelo local a caminho da escola ou faculdade.
No trecho entre a catedral e o cemitério não tem iluminação pública.