Polícia

Aumenta 79% número de prisões por embriaguez ao volante em Sorriso, aponta PM

O número de prisões por crime de trânsito cresceu consideravelmente em Sorriso, segundo o levantamento do 12ª Batalhão de Polícia Militar. No ano passado, foram 174 prisões por embriaguez ao volante ante a 97, de 2019 o que representa aumento de 79%. O motorista que passa pelo exame do bafômetro e aponta índice de álcool entre 0,05 e 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expedido pelos pulmões é multado, tem a documentação apreendida, porém não é preso.

Já os que ultrapassam os índices, são autuados em flagrante por crime de embriaguez, são multados em R$ 2.934,70, tem a suspensão do direito de dirigir por 12 meses, precisam pagar fiança para serem liberados, entre outras implicações.

O tenente-coronel e comandante da PM em Sorriso, Jorge Almeida expôs que “as forças trabalham com objetivo principal de levar segurança e tirar de circulação aquelas pessoas que fazem ingestão da bebida alcoólica e pega a direção de veículo muitas das vezes. Tem algumas operações que a gente aborda poucas pessoas, mas a porcentagem aumenta caracterizando o número de crime de trânsito. Por exemplo, numa operação precisa abordar 200 e poucas pessoas para conduzir 12 pessoas. Agora, você aborda 150 e conduz 20 por embriaguez”, lamentou o comandante.

Almeida emendou que “em virtude dessas operações com certeza os crimes graves, com acidentes diminuíram em Sorriso. Essas operações vão continuar até o cidadão notar que não vale a pena ingerir bebida alcoólica e pegar a direção do veículo. O que queremos transmitir para a população é que tire essa cultura de beber e dirigir. Neste ano, nós vamos continuar, já tivemos uma operação que foi utilizado etilômetro e teve 11 pessoas conduzidas já”.

Só Notícias/David Murba/Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias)