Polícia

Adolescente confessa ter assassinado covardemente garota em Sorriso

A delegacia de Polícia Civil em Sorriso informou, há pouco, que o adolescente confessou ter matado, covardemente, a adolescente de 13 anos. A alegação do assassino, frio e calculista, é que a garota estaria grávida dele e alegou que temia pela reação do pai dela.

Ele também alegou que teria que largar da namorada para ficar com ela e assumir o filho. O assassino confesso alegou que combinou encontro com ela, na última terça-feira à noite. A menina saiu de casa e, em um terreno baldio, ele aplicou golpe
de mata leão, quando a adolescente caiu acertou uma tijolada em sua cabeça desferindo, em seguida, pancadas de madeira.

O jovem após a prática do ato colocou fogo em suas próprias vestes – casaco camisa e calça – a fim de eliminar os vestígios do crime e voltou apenas com um short que estava por baixo.

“Independente dele confessar ou não a investigação apontava que a motivação seria a suposta gravidez da menina e ele perder a namorada nova”, apontou o delegado Nilson Farias. O assassino considerou que a garota “passou a ser um entrave no novo relacionamento e acabou perdendo a cabeça e praticou esse ato cruel”. “Ele não teve ajuda de ninguém”. Os dois “trocaram mensagens e ele encontra com ela”, resultando no assassinato.  “Pedi pro perito fazer exame de gravidez, ainda vai para laboratório forense e agora temos a confissão”, acrescentou.

Não foi informado se o criminoso já teve envolvimento em outro crime. Ele foi detido ontem em Sorriso e vai responder por homicídio qualificado por usar meio que torne impossível a defesa da vítima e feminicídio.

A menina foi trasladada para Campo Mourão (PR). Sua família morava recentemente em Sorriso e a mãe trabalha em uma empresa.

Só Notícias (Foto: Só Notícias/Lucas Torres - atualizada 18:22h)