Polícia

Adolescente acusa pai de agressão e tortura em Sorriso

O suspeito, de 62 anos, que é pastor de uma igreja em Sorriso, foi acusado de agredir e torturar fisicamente e psicologicamente sua filha, de 15 anos, que fez a denúncia na delegacia de Polícia Civil. A mãe da menor também foi apontada como cúmplice.

Segundo a adolescente, tudo começou quando ainda estava com 10 anos e a mãe foi acusada de não deixar revelar as agressões para não prejudicar o homem. Por conta disso, acabou desenvolvendo pensamento suicida e automutilação. Ela chegou a ser acompanhada pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Diante da situação, a menor acabou fugindo de casa e procurou abrigo com uma irmã que mora em outro município. Ela contou a situação e às duas procuraram à polícia.

Agora, o caso passa a ser investigado e o casal deve ser ouvido pelas autoridades policiais.

Só Notícias/David Murba (colaborou e foto: Lucas Torres, de Sorriso)