Opinião

Vidas equilibradas

Em prol do imediatismo, os valores legítimos que dá equilíbrio na vida, tais como: as virtudes e as conquistas intelectuais, que infelizmente passam e ficam esquecidas.  E por desperdícios de tempo útil, os caminhantes contemporâneos, esquecem-se das escalas de valores, o faz com que os indivíduos sigam pelos caminhos de uma vida depressiva, pois ninguém está livre dos infortúnios, como: perda um emprego, privação de prestígio social, perda de um imóvel, dinheiro, carro, joias ou mesmo a perda do poder de compra de um objeto eleito como essencial, e que podem levar a interrupção de pactos de união, por um simples deslocamento da escala de valores os bens transitórios.

A cada minuto que sobrevém, logo em seguida deixa de ser o seu presente, mas pode deixar também insatisfação ou trazer os prazeres de conquistas, e por isso, é preciso respeitar os limites de cada momento e compreender que cada um de nós estamos preparados para faz o melhor que podemos, de acordo com o seu grau de evolução moral e intelectual, pois neste mundo competitivo, devemos entender que não somos melhores ou piores que ninguém, apenas diferentes uns dos outros.

A tradição traz para cada pessoa, e esta significa a soma das experiências e dos estilos, mesmo que sejam momentâneos, fazendo com que cada um de nós, representamos o que somos e nos apresenta com uma “cara” ou uma “marca”, e por isso somos qualificados ou desqualificados de acordo com o grupo que vivemos, mas na verdade somos produtos do inventário das heranças familiares, que nos impõe a agregação dos sentimentos culturais, que de uma foram ou outra, nos ajuda e nos qualificar em todos os momentos futuros de cada etapa do nosso viver. 
 O futuro tem o poder de regeneração de todos os momentos do passado, o importante é entender que os pequenos detalhes que às vezes passam despercebidos, mas tem o poder de assumir proporções gigantescas na lei de causa e efeito, que são determinantes em nosso futuro e que potencializam as diferenças para o sucesso e para o crescimento espiritual.

Pouco conhecemos das pessoas só pelo convívio, A capacidade de desenvolver crescimento intelectual nos traz muitas respostas lógicas, nos tornado capaz de entender a vida em todas a suas relações sociais e ao desenvolver o poder da autocrítica, e faz-nos gerar a capacidade de superar os nossos próprios desafios, fazendo com que saibamos lidar com os prazeres e as dores que estão escondidas nos sentimentos mais oculto da alma das pessoas, mas por lado, o inverso, nos levará a desperdiçar os momentos valiosos da vida, por pura tentativa de proteger as nossas próprias emoções e por isso, ficamos propensos a passar a nossa existência de forma muito crítica, porém desprezível a aquilo que chamamos de relacionamentos sociais aceitáveis.

Para estar preparado para enfrentar os infortúnio e os fatores das adversidades, é importante buscar o equilíbrio da vida, pois ao decidirmos por ações responsáveis, estas podem nos leva a crescer acima dos problemas, o importante é nunca inverter os valores da vida, pois somos os senhores dos nossos atos, e os lamentos não trazem de volta o que passou ou foi desperdiçados.

 

Wilson Carlos Fuáh