Opinião

Tempos de luta, tempos de glórias!

Hoje, 7 de abril, é celebrado o Dia Mundial da Saúde e eu não poderia deixar de falar sobre esse assunto, tão importante da minha gestão e para o qual dedico a maior parte do meu tempo de trabalho enquanto prefeito desta capital. Sabemos que Saúde Pública é um assunto polêmico, difícil, mas, como venho dizendo sempre, eu e minha equipe da Secretaria Municipal de Saúde, os profissionais da Empresa Cuiabana de Saúde Pública atuamos incessantemente para promoção de uma virada de página, oferecendo serviços de qualidade e procurando dar celeridade às filas de espera do SUS.

O maior passo que demos em direção à promoção dessas melhorias foi a abertura do Hospital Municipal de Cuiabá, o HMC, que é a maior obra em saúde pública que este Estado já recebeu. Desde 2019, quando o HMC começou a funcionar, já foram realizados mais de 1,6 milhão de atendimentos, entre consultas ambulatoriais, atendimentos de urgência e emergência, internações em enfermarias e UTIs, internações pediátricas, Centro de Tratamento de Queimados – CTQ, cirurgias de diversas especialidades, Centro de Informação Antiveneno – CIAVE, serviços de imagens e serviços de análises clínicas. Durante a pandemia, o HMC foi essencial para a assistência aos pacientes com outras enfermidades, pois além da Covid, as outras doenças, acidentes e incidentes continuaram a existir. Optamos por não receber pacientes com coronavírus no HMC para evitarmos o contágio e o trabalho do hospital foi fundamental na assistência a pacientes de todo o estado.

Até o começo de 2020, eu tinha desenvolvido um planejamento claro para a rede municipal de Saúde, incluindo uma grande reforma no antigo Pronto-Socorro para virar o Hospital da Família. Mas, infelizmente, veio a pandemia, e nossos planos precisaram ser totalmente reformulados. Não poderíamos imaginar toda a dor e sofrimento que estavam por vir, e nos adaptamos para combater da melhor maneira possível. Transformamos o antigo PS em Hospital Referência Covid-19, abrimos a UPA Verdão para absorver esta demanda e ainda direcionamos o São Benedito para também atender exclusivamente pacientes com Covid. Foi uma luta árdua, onde nossos profissionais foram verdadeiros guerreiros. Salvaram milhares de vidas, mas outras centenas foram perdidas para este vírus tão traiçoeiro.

Em 2021, com o começo da vacinação, começamos a ver uma luz no fim do túnel. À medida que a imunização foi avançando, começamos a ver os números de mortes, de internações e de contágio diminuindo gradativamente. Com isso,  pudemos retomar um pouco da normalidade, e voltamos a fazer muitas entregas de unidades básicas de saúde totalmente reformadas e com novo mobiliário, da ampliação do atendimento da saúde bucal alcançando quase 60 equipes.

Voltamos com as obras da UPA Leblon, que está prevista para ser entregue no próximo mês. Com a nova obra, nossa gestão será a única a entregar um hospital de alta complexidade e duas UPAs na história de Cuiabá.

Neste ano de 2022, com a maioria da população vacinada com pelo menos as duas doses, estamos vendo os números da Covid despencarem, com a graça de Deus. Isso nos possibilitou voltarmos a realizar as cirurgias eletivas, que contam com mais de 11 mil pessoas de todo Estado na fila de espera. Neste mês daremos início ao mutirão  de cirurgias para diminuirmos ao máximo a quantidade de pacientes esperando e para que o tempo de espera caia o máximo possível.

É inegável que gerenciar a Saúde Pública é uma tarefa difícil, mas nós já estamos trabalhando incansavelmente para alcançarmos nossos objetivos. Da minha parte, como prefeito da capital que está completando 303 anos, vocês podem esperar muita luta, muito trabalho e muita comprometimento para conseguirmos oferecer serviços cada vez melhores aos cuiabanos e mato-grossenses que precisam do nosso auxílio.

Neste 7 de abril, aproveito a data para agradecer cada profissional que trabalha na área da Saúde, do mais humilde, até o cargo mais alto, pois o trabalho de cada um  é extremamente valioso. Desde que a pandemia começou, a Secretaria Municipal de Saúde e a Empresa Cuiabana de Saúde não pararam em momento algum. Essa incansável dedicação reflete-se na diminuição dos números, o que nos mostra que estamos vencendo esta guerra. Em nome de todos os cuiabanos, agradeço imensamente a vocês!

Emanuel Pinheiro - prefeito de Cuiabá