quinta-feira, 22/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Mais atenção à nossa Chapada

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Prestes a completar 260 anos de fundação, Chapada dos Guimarães clama por atenção do Poder Público. As festividades em reverência ao aniversário da cidade, comemorado dia 31 de julho, podem ser vistas como um momento de reflexão sobre os 18 mil habitantes que lá moram e dependem da sensibilidade dos governos estadual e federal na liberação de investimentos que, em sua maioria, não são repassados de acordo com as demandas municipais.

Essa carência do poder público é que nos faz atuar pelos municípios. Para Chapada, defendemos junto ao Governo do Estado a inserção do projeto do novo sistema de captação e abastecimento de água. A execução dessa importante obra está garantida no Prodtur. Mais um alento aos moradores de Chapada dos Guimarães, que sofrem com a falta d´água, pois os mananciais reduzem o volume no período de estiagem. O fato se agrava ainda mais com o aumento de turistas nos eventos realizados, quando a cidade chega a receber até 20 mil visitantes.

Mesmo diante das dificuldades, conseguimos garantir recursos também para a malha viária de Chapada. Quatro ruas do bairro Altos do Mirante serão contempladas. Assim como já está em execução o asfalto para o "Circuito das Águas", interligando a Usina de Manso com Bom Jardim, em Nobres. Serão 45 km totalmente asfaltados. E mais 15 km partindo da Usina de Manso à Vila do Paraíso do Manso. O início desta obra só depende da liberação ambiental.

Solicitamos estudos para asfaltar as estradas que interligam Paraíso, Vila Praia Rica e o Distrito Mazagão. E em breve, a Cohab Véu de Noiva receberá investimentos para drenagem, pavimentação asfáltica e águas pluviais. Investimentos à revitalização da Salgadeira e do Mirante têm sido debatidos constantemente na Assembleia Legislativa. Antes, o Parque Estadual de Chapada dos Guimarães recebia em média 100 mil visitantes por ano. E, agora, apenas 30 mil. Temos que buscar alternativas que fomentem a economia local através do turismo sustentável, que é o caminho para a transformação dessa cidade.

Também consolidamos recursos para a reforma da ponte de madeira sobre o Rio Lagoinha, que interliga os bairros Quilombola Lagoinha com o Distrito do Rio da Casca, beneficiando pelo menos 70 famílias, inclusive, com o transporte escolar e escoamento da produção oriunda da agricultura familiar, numa parceria com a Associação dos Produtores Rurais Lagoinhas de Baixo. Essa obra já está autorizada.

Além disso, temos cobrado a continuidade das obras de duplicação da MT-251, que interliga Cuiabá à Chapada dos Guimarães. Bem como a viabilização de asfalto de Chapada, Água Fria ao Lago do Manso.

É por isso que temos envidado esforços para fazer a diferença. Conhecemos bem a realidade de cada canto deste estado e sabemos do que precisam. A conta é simples: investimentos em educação, estradas, saúde, habitação e por aí vai. E é em respeito à população que me coloco à disposição para lutar por mais atenção para a nossa Chapada.

Parabéns, Chapada dos Guimarães!

José Riva, presidente da Assembleia Legislativa

 

 

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...

O seu pior inimigo pode estar no seu voto

Muitas pessoas estão apenas preocupadas em mudar o mundo...