sexta-feira, 23/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Aos assistentes sociais

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

No dia 15 de maio comemoramos o Dia do Assistente Social. Há 51 anos, essa profissão foi legalmente reconhecida no Brasil. É uma data importante para celebrar, pois representa o avanço na luta pela consolidação dos direitos sociais e à desigualdade.

Graças ao empenho de uma equipe de profissionais habilitados, a Assistência Social de Mato Grosso é tratada hoje como uma política de primeira linha, trabalhando em sintonia com as ações de emprego, renda e elevando as condições sociais dos cidadãos. Através da figura do assistente social, o Governo se faz presente nos 141 municípios do Estado, descentralizando as ações e democratizando o acesso aos programas e ações sociais.

O trabalho do assistente social é muito importante dentro de uma sociedade, na medida em que dá respostas às manifestações sociais. A formação desse profissional é de cunho humanista, portanto, comprometida com valores que dignificam e respeitam as pessoas em suas diferenças e potencialidades, sem discriminação de qualquer natureza. Ele tem a capacidade crítica para compreender a problemática e as pessoas com as quais lida, sensibilidade no trato com as pessoas, conhecimento teórico, capacidade para mobilização e organização.

A atuação desse profissional faz desenvolvendo ou propondo políticas públicas relacionadas a crianças moradoras de rua, em trabalho precoce, com dificuldades familiares ou escolares, sem escola, em risco social, com deficiências, sem família, drogadictas, internadas, doentes; adultos desempregados, drogadictos, em conflito familiar ou conjugal, aprisionados, em conflito nas relações de trabalho, hospitalizados, doentes, organizados em grupos de interesses políticos em defesa de direitos, portadores de deficiências; idosos asilados, isolados, organizados em centros de convivência, hospitalizados, doentes; minorias étnicas e demais expressões da questão social.

Devido a toda essa experiência, o assistente social contribui efetivamente na construção e defesa do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, onde se traçam as diretrizes gerais de execução, controle e avaliação das políticas sociais, da Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS, do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, entre outros espaços de defesa de direitos.

Investir na Assistência Social é uma maneira de preservar direitos que foram garantidos e conquistados após muita luta dos movimentos sociais. Parabéns todos estes profissionais.

José Rodrigues Rocha Júnior é secretário de Estado de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social, em substituição legal.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...

O seu pior inimigo pode estar no seu voto

Muitas pessoas estão apenas preocupadas em mudar o mundo...