Opinião

A luta contra o envelhecimento

Devemos preparar os nossos pensamentos para aceitar cada mudança que acontece ao iniciar e terminar mais dia. Tudo se transforma com o tempo, principalmente em nós mesmo, pois em cada aniversário, se encerra e iniciam novos ciclos, por isso, devemos estar preparados para aceitar e entender o enfraquecimento do corpo e a buscar o fortalecimento da alma, porque na vida é assim: logo ao nascimento começa a contagem regressiva.

Nós somos verdadeiramente a imagem que reflete no espelho da vida, por isso, devemos aceitar a nossa imagem desgastada pelo tempo, e não tem como fugir, pois essa realidade das nossas idades, estão registradas em nossos próprios rostos, e nessa forma de interação com mundo exterior, devemos fazer o possível para conservar a esperança e bom humor, pois vivemos em forma de interações das ações que passamos e recebemos.

O fim do clico das células, são retratado no envelhecimento da pele; e junto vem a diminuição das forças dos músculos provocando lentidão dos reflexos e até mesmo os arquivos mentais ao serem usados apresentam falhas de esquecimento. Mas, muito sofrem por não entender que a vida é formada de etapas e a cada fim do dia encerra parte uma etapa e ao amanhecer inicia outra. Os disfarces que usamos tentando enganar a nós mesmos, na verdade nos distanciam sempre e cada vez mais de quem realmente somos, pois infelizmente o tempo passa para todos.

O corpo é apenas uma vestimenta da alma e como as roupas também envelhecem, e às vezes até pode nos afastar da moda e nos levar ao saudosismo, mas algumas pessoas pelo culto a força física vivem escravizadas pela modelagem do corpo e passam a vida cuidando tanto do corpo que se esquece de alimentar a alma, até um dia entender que na academia espiritual os índices de satisfação existencial são alcançados pela busca da fé.

Tentar minimizar o poder da insatisfação contra o envelhecimento faz parte do crescimento mental, porque a vida é formada de quadros que registram os instantâneos das transformações impostas pela realidade das nossas imagens.  As pessoas são mais felizes ao entender que cada idade tem a sua beleza própria e não adianta lutar contra as transformações impostas pelo passar dos dias, pois não somos donos do tempo.

Wilson Carlos Fuáh – É Especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas em Mato Grosso - [email protected]