quinta-feira, 29/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

A inclusão de pessoas com necessidades especiais na sociedade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Na sociedade atual, busca-se cada vez mais banir todos os preconceitos em relação às pessoas com necessidade especiais, fazendo com que eles tenham devidamente seu lugar respeitado em meio à sociedade. Assim, percebemos que em nosso meio muitas iniciativas de mudanças para que esse preconceito não exista tem acontecido, como por exemplo as leis que garantem acesso as escolas, universidades, concursos públicos, entre outro. Porém, o que temos visto é uma realidade diferente, muitas pessoas desconhecem seus direitos e não buscam esse acesso, ficando assim muitas vezes por opção da família talvez por medo ou super proteção acabe não procurando e lutando pelos direitos que estão garantidos na lei.

Outro fator que percebemos é a falta de conscientização das pessoas em relação a essa inclusão, por exemplo, há pessoas que não respeitam as vagas de estacionamento destinadas às pessoas com necessidades especiais, muitos órgãos públicos não possuem as rampas para acesso aos cadeirantes e ainda há muitas empresas que talvez por desconhecerem as leis, não contratam pessoas com essas necessidades.

Entendemos que na sociedade em que vivemos, o respeito às pessoas com necessidades especiais, embora existam muitas campanhas para promover essa conscientização, ainda está longe de ser efetivado enquanto prática. Entretanto, podemos tomar algumas atitudes simples em nosso cotidiano que podem ser o inicio dessas mudanças, o simples fato de respeitar a vaga destinada às pessoas com necessidades especiais no estacionamento ou no ônibus já é um grande avanço, pois são através de pequenas atitudes de cada um de nos que pode levar as grandes mudanças.

A sociedade ainda precisa se conscientizar muito em relação à inclusão às pessoas com necessidades especiais, muitos avanços já foram alcançados quanto a isso, porém ainda a muito a conquistar, e assim esperamos que nos próximos anos possamos ver esta realidade mudar.

Lucilene da Silva e Marcos Marcelo Martins são acadêmicos do 6º semestre de Letras da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), campus Sinop.
Edneuza Alves Trugillo é professora da disciplina de Linguagem em Educação Especial.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

O Indizível

Quando menino, a mãe pedia para eu ir ao...

A grande expectativa coletiva

É muito fácil presentear quem não precisa de amparo...

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...