Opinião

A força interior da serenidade e do amor

Mesmo em meio aos desafios da vida, tente, vale a pena, JAMAIS PERCA A SERENIDADE E A ESPERANÇA. Quando alguma irritação chegar, ela acaba afetando nossa saúde física, mental, emocional e espiritual que se descontrola; os nossos orgãos se perturbam e sofremos terrivelmente. Esta é a origem da grande maioria ou da quase totalidade das doenças que afetam a humanidade.

Devemos estar preparados/preparadas para viver em um mundo onde as incompreensões, o racismo, a discriminação, as traições, as calúnias, as espertezas alheias, a falta de gratidão de quem voce algum dia ajudou a sair do sufoco material, emocional ou espiritual; as injustiças que premiam quem faz o mal e penalizam quem busca sempre o bem.

Tudo isso é gerado pela falta de sensibilidade, pelo egoísmo, pela cegueira social espiritual, pelo egocentrismo, pelas futilidades, pelo imediatismo e, com certeza, esses sentimentos provém de pessoas enfermas do corpo, da mente, das emoções ou da alma, não as condene, aprenda a perdoar, a compreender as causas que estão na origem desses sentimentos negativos e, peça a Deus ou `a divindade que você acredita, que ilumine, abençoe e transforme as mentes e os corações de quem assim age.

Quanto a você, mesmo que momentaneamente, esteja sofrendo devido as essas relações tóxicas, que podem ser reais, imaginárias ou virtuais, procure acalmar-se, reflita, busque uma saída que lhe traga paz, que estimule o amor e jamais o rancor, se puder não aparente tristeza, dor, ódio; demonstre a quem está a sua volta que você está empenhado/empenhada na construção da sociedade do amor, da sociedade do bem viver, onde, jamais deve haver lugar ou espaço para sentimentos negativos, mesquinhos, mesmo em relação a quem te ofendeu, tripudiou sobre você ou não teve a capacidade de colocar-se no lugar de quem é ofendido, discriminado ou incompreendido.

Acredite, o tempo é o senhor do universo, só ele, o tempo, é capaz de produzir transformações físicas, mentais, emocionais e espirituais nessas pessoas que nutrem sentimentos negativos e praticam o mal,  cujas mudanças, `as vezes chamamos de milagres, mas que na verdade vem das forcas interiores que já temos desde o ventre materno e estavam em forma latente.

Ninguém foi ou deve ser gerado para a prática do mal, do ódio, das injustiças, o meio onde nascemos, crescemos, nos tornamos em adultos ou idosos/idosas tem uma grande dose na forma como vamos sendo moldados para a vida,  do que somos, do que temos, do que sonhamos, do que almejamos, do que pensamos e da forma como nos relacionamos.

Respeito, dignidade, empatia, resiliência, solidariedade, fraternidade  não são apenas conceitos vazios, momentâneos ou de conveniência, mas são valores que devem nutrir nosso corpo e nosso espírito e moldam nossas ações no dia a dia, só assim podemos ser felizes e tornar as pessoas que nos cercam também felizes. As nossas ações decorrem deste quadro interior de referências, o qual, pode e deve ser cultivado ao longo de nossa jornada, de nossa caminhada aqui, neste planeta terra!

Pense nisso e tente mudar a forma como você vê ou percebe o mundo e se relacionar com as demais pessoas. Isto pode fazer toda a diferença em sua vida e na vida das demais pessoas!

Juacy da Silva, professor universitário, titular, aposentado UFMT, Sociólogo, mestre em sociologia
[email protected]

Juacy da Silva