quinta-feira, 20/junho/2024
PUBLICIDADE

2010 – ano internacional da biodiversidade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A Assembleia Geral das Nações Unidas elegeu 2010 como o Ano Internacional da diversidade biológica. O objetivo principal é chamar a atenção mundial para a perda contínua da biodiversidade e aumentar a conscientização sobre a importância da preservação, por meio de ações eficazes em nível local, regional e internacional.

A comunidade científica e educacional como um todo, tem um papel fundamental no sentido de refletir e orientar os estudantes com ações articuladas e consistentes, tanto do ponto de vista da ciência e tecnologia, quanto da atração da sociedade, mídia, setores econômicos, organizações não governamentais, dentre outros, alertando acerca dos riscos da devastação da biodiversidade mundial, provocando reflexão e renovação das políticas públicas relacionadas à questão ambiental. O papel da academia e da imprensa é nesse sentido, de orientar a sociedade para uma reeducação sobre os hábitos de consumo, os quais acabam por promover uma pressão enorme sobre os ambientes naturais e toda a biodiversidade.

Cientistas afirmam que a perda da biodiversidade, significa perda econômica, cultural, de saúde, recursos alimentares e de qualidade de vida, como as preocupações com as mudanças climáticas. Neste sentido, o Brasil tem um papel relevante na condução de uma agenda de ações consistes em favor da preservação da biodiversidade, com políticas públicas, pesquisas inovadoras e metas a serem atingidas que beneficiem o meio ambiente e a preservação dos recursos naturais.
A conservação e os usos sustentáveis da biodiversidade para o desenvolvimento, é um tema extremamente relevante para países como o Brasil, pois este tem um papel importante na liderança das ações em favor da preservação da biodiversidade. Desta forma destacamos a importância da criação e conservação dos jardins botânicos, onde cumprem um papel de destaque na conservação dos recursos vegetais e na conscientização do público sobre a importância da vida na terra, não apenas para a exploração comercial, mas para a qualidade de vida da população.

Para discutir a problemática da biodiversidade, vários eventos acontecerão em diferentes países do mundo, como Alemanha, Brasil e Estados Unidos, chamando atenção para o debate global sobre a biodiversidade. O encerramento será no Japão em dezembro de 2010 com uma cerimônia que marcará o início do Ano Internacional das Florestas, a ser celebrado em 2011.

Edison de Souza – professor doutor e pesquisador da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT – campus de Sinop.

 

 

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

A linguagem do ausente

Meu passo retrocede quando os de vocês avançam. Anda...

A luta pela educação é justa e necessária

 As universidades e institutos federais desempenham um papel...

O grande erro da MP do Fim do Mundo

É impressionante a fome arrecadatória do governo federal que...

A responsabilidade de governar o Distrito 4440 do Rotary

Receber a missão de governar, com mais de 70%...