Geral

Sinop: novo radar para substituir o que foi derrubado deve ser instalado até semana que vem, diz secretário

A substituição do radar de fiscalização eletrônica derrubado, no último sábado (12), deverá ocorrer até a próxima semana. A previsão é do secretário municipal de Trânsito, Roberto Trevisan, o Betão. Ao Só Notícias, o gestor ainda detalhou que a prefeitura não teve prejuízos com a ocorrência. Os danos serão custeados pela empresa de Cuiabá que venceu a licitação.

“Na verdade, o município não teve nenhum prejuízo. A gente faz a locação. A empresa não passou (o valor do dano). Pedi para eles, e não foi passado ainda, pois vai ser levado (o equipamento) para Cuiabá, depois vão colocar outro equipamento. É demorado. Eles que fizeram o boletim e terão que correr atrás disso”.

Ainda segundo o secretário, a empresa registrou boletim de ocorrência, porém, até agora, os responsáveis não foram identificados. “Não teve identificação. O equipamento estava desligado, pois iria ser aferido. Os outros já têm. Então, hoje, se acontecer alguma coisa, já é possível identificar”.

Conforme Só Notícias já informou, o radar localizado na avenida Alexandre Ferronato, no Setor Industrial, ainda não havia entrado em funcionamento e estava em fase de aferição (testes). A derrubada do equipamento foi registrada na delegacia municipal e a Polícia Civil investiga o caso.

Na última semana, a secretaria municipal de Trânsito de Transportes Urbanos informou, ao Só Notícias, que já estão emitindo multas os equipamentos de fiscalização eletrônica registrando as infrações por excesso de velocidade, avanço de semáforo, parada sobre faixa de pedestres das avenidas das Itaúbas, na baixada do Jardim Celeste nos dois sentidos da via; André Maggi, próximo à rua dos Papagaios (fundos do cemitério), nos dois sentidos; Dom Henrique Froehlich, em frente ao cemitério e nos dois sentidos; dos Ingás, próximo à rua dos Cajueiros, nos dois sentidos.

Também estão em funcionamento os dispositivos do tipo híbrido- parada na faixa de pedestre, avanço de sinal vermelho e controle de velocidade estão no cruzamento com semáforos na avenida Governador Júlio Campos com  Jacarandás, em todos os sentidos; cruzamento com semáforos na governador Júlio Campos com Sibipirunas, em todos os sentidos. As avenidas dos Jacarandás e das Sibipirunas – 50 km/h. Avenida Júlio Campos – 40 km/h. Os equipamentos funcionaram em caráter experimental por aproximadamente 30 dias em período pedagógico sem emitir multas.

As penalidades para quem for flagrado pelos equipamentos variam de acordo com a gravidade da falta. Ultrapassar o sinal vermelho é considerado ato gravíssimo e gera multa e perda de 7 pontos na carteira. Quanto ao excesso de velocidade, se o motorista ultrapassar até 20% da velocidade permitida é considerada infração média com multa e perda de 4 pontos na carteira. Ultrapassar de 20% a 50% a velocidade máxima permitida é falta grave, com multa e perda de 5 pontos na carteira. O motorista que ultrapassar mais de 50% da velocidade permitida irá ter a carteira de habilitação suspensa imediatamente e, também,  receberá multa.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: reprodução)