Geral

Sinop não deve ter carnaval popular pelo 5º ano consecutivo

A prefeitura de Sinop, pelo quinto ano consecutivo, não deverá organizar o carnaval popular e os recursos irão para outras áreas. De acordo com o diretor de Cultura, Daniel Coutinho, a decisão ainda não é definitiva, porém, a possibilidade de realizar o evento é considerada pequena. “A princípio, não está (no calendário de eventos do município). Mas vai ser feita esta análise orçamentária, por parte do departamento de Cultura. Não existe este desejo por parte da prefeita Rosana Martinelli”, explicou, ao Só Notícias.

No ano passado, Rosana Martinelli, ao confirmar que o carnaval estava fora da agenda, explicou que o foco continuaria sendo a realização de outros eventos culturais no município. “Estes investimentos deixaremos para a iniciativa privada. Já é tradição (não fazer o carnaval popular) e investir em outras áreas. Vamos manter esta decisão”, afirmou, ao Só Notícias, em janeiro do ano passado.

Em 2017, primeiro ano de mandato de Rosana, também não foi realizado carnaval popular. Ainda no final de 2016, após ser eleita, a gestora confirmou que a intenção era investir os recursos em decoração natalina e outras áreas. No último ano de mandato de Juarez Costa (PMDB), a tradicional festa também não foi realizada. A justificativa foi a economia de cerca de R$ 500 mil, que foram remanejados para outras ações.

Em 2014, por outro lado, a secretaria de Cultura atribuiu o cancelamento da festa popular ao governo estadual. Naquele ano, a previsão era que o Estado bancasse 80% e o município 20%, no entanto, por falta de verbas, a ideia não saiu do papel. Em 2013, último ano em que o carnaval foi realizado, cerca de 45 mil pessoas marcaram presença nas quatro noites e duas matinês, conforme balanço divulgado na época.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria/arquivo)