Geral

Sinop: Guarda Civil recebe 110 denúncias de descumprimento de decretos do Covid e intensificará fiscalização

A prefeitura informou, hoje, que nos últimos dias, a Guarda Civil recebeu 110 ligações/denúncias relacionadas ao descumprimento dos decretos municipais para evitar contágio do Coronavírus. Juntamente com a Vigilância Sanitária, Procon, Polícia Militar e Bombeiros está sendo intensificada a operação de fiscalização nos estabelecimentos com atendimento noturno como bares, narguiles, lanchonetes, desrespeito ao toque de recolher – a partir das 22:30h é proibido circular nas ruas-, empresas devem fechar às 21:30h, uso de máscaras em empresas e outras exigências.

O secretário municipal de Trânsito e Transporte Urbano, Hermann Friederich, informou, hoje, que foram aplicadas 15 multas de R$ 2,8 mil e uma de R$ 5,6 mil em um estabelecimento reincidente, totalizando R$ 47,6 mil. “Até o momento nenhum local foi lacrado, mas a partir da terceira penalização vamos fechar as portas do estabelecimento e caçar o alvará de funcionamento. As duas primeiras penalizações são com multas”, prometeu.

A operação é constante e recebe atenção especial, intensificando sua atuação durante os dias que antecedem o final de semana e nas quintas e sextas-feiras, sábados e domingos onde todas as forças se reúnem para trabalho conjunto.

A assessoria reforça “para que o comércio mantenham as medidas de segurança como distanciamento, disposição de álcool em gel e higienização dos ambientes cobrando, sempre, a utilização de máscaras faciais pelos clientes mas, principalmente, que a população se conscientize, que só saia de casa em casos de extrema necessidade, que idosos e crianças se resguardem. A atenção também deve ser quanto as festas particulares, que pode ser um grande disseminador do Covid-19”.

Os 20 leitos de UTI do Hospital Regional de Sinop estão todos ocupados. Até ontem havia 365 casos confirmados e 662 suspeitos. São 21 mortes confirmadas e mais duas sob investigação.

Só Notícias (foto: assessoria)