sábado, 13/abril/2024
PUBLICIDADE

Secretaria reforça monitoramento em penitenciária de MT após fuga de seis presos

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)

A secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp) anunciou reforço no monitoramento no Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, com o envio de policiais penais do Serviço de Operações Especiais (SOE) e do Grupo de Intervenção Rápida (GIR). Os agentes também dão apoio às buscas pelos seis reeducandos que fugiram da unidade na madrugada desta terça-feira.

O coordenador do Grupo de Intervenção Rápida, Nelson Leite, afirmou que os 15 policiais penais intensificaram os trabalhos de rondas, patrulhamento, procedimentos de revista e vistorias no Complexo Penitenciário. “Uma parte das equipes está em rondas e patrulhamento buscando recapturar os foragidos, enquanto outra reforça a revista aos reeducandos e vistorias. Entre os procedimentos realizados pelos policiais na unidade estão a conferência de presos, a apuração de como ocorreu fuga e também a coleta de vestígios que possam auxiliar na recaptura dos foragidos”, explicou.

A Sesp também informou que as circunstâncias da fuga serão apuradas tanto na esfera administrativa quanto na esfera criminal. “Todas as fugas que ocorrem no sistema prisional são devidamente apuradas com abertura de Procedimento Administrativo. Também coletamos as informações necessárias e as encaminhamos à Polícia Civil, que conduz a investigação na esfera criminal. As forças de segurança trabalham de forma integrada para garantir a ordem das unidades penitenciárias de Mato Grosso”, afirmou o secretário-adjunto de Administração Penitenciária (SAAP), Jean Gonçalves.

Os foragidos foram identificados como: Richardson Mourão Morais, 21 anos, Rafael da Silva Pires, 24, Guilherme de Jesus Oliveira, 27, Silomar Martins de Oliveira, 29, Daniel de Oliveira Souza, 37, e Beacil Lopes do Nascimento Neto, 28.

Só Notícias apurou que Beacil Lopes do Nascimento, foi condenado em agosto do ano passado, em tribunal do júri, a 20 anos e seis meses de reclusão, por autoria do homicídio do jovem capixaba Flávio Marques Ferreira, assassinado em 2021 em Sinop.

Conhecido como ‘Matemático’, Beacil foi condenado por homicídio duplamente qualificado, corrupção de menor e por integrar organização criminosa. O crime, foi investigado pela Divisão de Homicídios da Delegacia da Polícia Civil em Sinop. Flávio era natural do Espírito Santo e foi visto a última vez pela família no dia 21 de agosto de 2021.

O pai do jovem procurou a Polícia Civil e relatou que o filho foi visto com vida próximo do alojamento da empresa onde trabalhava. A equipe da Divisão de Homicídios apurou que na mesma data em que a vítima desapareceu, os autores do crime divulgaram um vídeo mostrando Flávio já morto.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Estado organizará oficinas de monitoramento assistencial em mais de 20 municípios

A secretaria estadual de Assistência Social e Cidadania iniciou...

Ambulâncias colidem e uma tomba em cruzamento no Mato Grosso; três feridos

As ambulâncias da secretaria municipal de Saúde e Serviço...

UFMT vai capacitar servidores da Sema para manejo de áreas úmidas

A Secretaria estadual de Meio Ambiente firmou parceria com...

Veículo sai de pista e atinge árvore em rodovia de MT; mulher morreu

A Polícia Civil confirmou acidente de trânsito envolvendo uma...
PUBLICIDADE