Geral

Secretaria aponta redução de 3,5% no número de acidentes no primeiro semestre em Sorriso

A secretaria de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil confirmou, ao Só Notícias, que de janeiro a junho houve redução de 3,5% no número de acidentes. Foram 812 acidentes, 455 deles com feridos e 357 sem vítimas. No mesmo período do ano passado, ocorreram 842 acidentes  – 338 sem vítimas e 454 pessoas feridas. A pasta não registra números de mortos que houve nas colisões.

No comparativo com o primeiro semestre de 2017, a redução foi ainda maior e chegou aos 4,2%. Nos seis meses, foram 444 acidentes sem vítimas e 404 que tiveram ferimentos leves ou graves e que precisaram ser encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros à Unidade de Pronto Atendimento ou ao hospital regional.

De acordo com coordenador do Departamento de Trânsito, Márcio Rodrigo Pires, está sendo feito trabalho de reengenharia com melhorias na sinalização horizontal e vertical nas ruas e avenidas de Sorriso. “Tudo é feito dentro de um projeto para que o problema seja resolvido e não trocado de lugar. Esse efeito é muito positivo. Também tem os projetos de educação nas escolas durante as reuniões com os pais, as fiscalizações e as orientações para surgir resultados”.

Pires afirmou ainda que os agentes têm tirado de circulação veículos que não estão aptos a trafegar. “São carros com pneus desgastados, documentos atrasados ou sendo conduzidos por pessoas não habilitadas. Fazemos abordagens completas. Isso tem dado um impacto positivo na diminuição dos acidentes. Essas pessoas estão procurando formação para poder trafegar regular. Vamos continuar com as palestras e intensificar as fiscalizações para reduzir ainda mais os acidentes com vítimas”.

Conforme Só Notícias já informou, em Sinop, levantamento feito pela secretaria de Trânsito e Transporte Urbano apontou que houve aumento de 12,18% em acidentes de trânsito, no mês de junho, na comparação com mesmo período do ano passado. De 156 passou para 175. Desse último número, 110 contabilizaram prejuízos materiais e outros 65 tiveram vítimas.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/Lucas Torres/arquivo)