Geral

Seção de combate a incêndios do aeroporto de Sinop será ampliada

)

 

A prefeitura abriu outra licitação para executar mais obras no aeroporto municipal João Figueiredo. O objetivo, desta vez, é ampliar a seção de combate a incêndios. O certame é na modalidade tomada de preços e o prazo de execução do empreendimento será, de no máximo, 60 dias.

As propostas das empreiteiras interessadas serão recebidas no dia 21 de agosto. O certame estima que a contratação dos serviços poderá custar até R$ 117 mil.

No final de julho, conforme Só Notícias já informou, a prefeitura abriu tomada de preços visando selecionar uma empresa para fazer as sinalizações horizontal e vertical da pista de pouso. A contratação está estimada em R$ 391 mil. As propostas das empresas serão abertas no dia 17 deste mês. O prazo para execução dos serviços é de, no máximo, 30 dias.

Na semana anterior, por outro lado, a prefeitura homologou a proposta de R$ 299 mil, apresentada por uma empreiteira, para ampliação do pátio de aeronaves, da área de escape ao final da pista (conhecida como Resa), e drenagem. O valor ficou abaixo do teto da tomada de preços, que estimava gastos de até R$ 305 mil com o empreendimento. O prazo máximo para execução da obra é de 90 dias.

A prefeitura também abriu pregão eletrônico para comprar cinco veículos para uso no João Figueiredo. O custo das aquisições é estimado em R$ 327 mil, porém, o valor final ainda não foi divulgado (as propostas foram abertas no dia 27 de julho).

Serão comprados três carros “de passeio”, com capacidade para até cinco passageiros. Cada um é estimado em R$ 41,1 mil. A licitação também visa a aquisição de uma “pick up”, para transporte de cargas e até quatro passageiros, estimada em R$ 55 mil. O quinto veículo é uma caminhonete 4×4, que pode custar até R$ 139 mil.

Já as obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros devem ser concluídas este mês. O contrato prevê a construção de mais 4 salas para o setor administrativo, ampliação do check-in local, local para instalação de uma guarnição policial, mais guichês para locação de veículos, revisões na parte elétrica, pintura e reformas no banheiro.

O aeroporto de Sinop deve ser privatizado ainda este ano. Também estão no pacote de concessões os aeroportos de Barra do Garças, Várzea Grande, Alta Floresta e Rondonópolis. Juntos, devem atrair investimentos superiores a R$ 700 milhões, conforme estimativa do governo federal. As unidades devem ser repassadas à iniciativa privada por um período de 30 anos.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Diego Oliveira/arquivo)