Geral

Prefeitura entrega 130 cestas de alimentos para entidade que atende moradores de rua e pessoas necessitadas em Sinop

A prefeitura de Sinop fez a doação de 130 cestas básicas para o Centro Espírita Maria de Nazaré. Dessas, 80 foram doadas e as outras 50 estão sendo usadas para preparação de alimentos para moradores de rua e pessoas necessitadas.  A diretora-financeira da entidade Margaret Brustolon explicou que as cestas básicas foram entregues para frequentadores da casa, moradores do bairro Jardim do Ouro que participam de um projeto desenvolvido pelo Centro e pessoas que procuraram a entidade pedindo por alimento.

“Temos uma equipe que faz a visita, verifica se a pessoa está realmente precisando e faz a doação. Nós desenvolvemos um trabalho muito bonito, servimos todos os dias o almoço para moradores de rua e pessoas que estejam necessitadas. Antes eram servidos nas mesas dentro do Centro Espírita, mas agora, devido à pandemia, estamos entregando as marmitas no portão. Além de outras ações. Essas cestas também vieram para ajudar a continuação desse trabalho”, disse através da assessoria.

Esses alimentos entregues ao Centro Espírita fazem parte das 2,5 mil cestas básicas doadas pela usina para prefeitura, por meio da secretaria de Assistência Social. “Por determinação da prefeita Rosana Martinelli, desde o início da pandemia intensificamos ainda mais o trabalho de assistência para as pessoas em vulnerabilidade e também entidades que prestam auxílio para comunidade. Entramos em contato com a usina, assim como com outras empresas e instituições para que juntos possamos fazer a distribuição organizada das cestas, atendendo o maior número de famílias, evitando que uma receba o alimento de duas ou mais pessoas, enquanto outra ainda não tenha recebido”, ressaltou a secretária da pasta, Josi Palmasola.

A secretária pontuou ainda que em Sinop mais de 16 mil pessoas estão inclusas no Cadastro Único. Entretanto, nesse período de pandemia, devido ao novo coronavírus, o número de famílias que buscam ajuda é ainda maior. “Precisamos pensar em todos a longo prazo, já que não sabemos quando essa situação chegará ao fim. Até lá, estamos contando com recursos do município e também com a ajuda da população para arrecadar alimentos”.

O município continua arrecadando alimentos, produtos de limpeza, higiene e álcool gel por meio da Campanha Unir para Proteger. Os materiais podem ser entregues na assistência Social, localizada na Rua das Aroeiras, no centro.

Redação Só Notícias (foto: Ademir Specht/assessoria)